Casa Soares

Oliveira de Azemeis

Nascida entre os vales do rio Antuã e a ribeira do Ul, Oliveira de Azeméis tem um património natural valioso e uma história que remonta a um período anterior a 2000 a. C, comprovado através dos castros de Ul e Ossela, bem como pelo marco miliário da milha XII das vias romanas de Conimbriga-Porto e Lisboa-Braga.

O Parque e a Capela de La Salette, as casas de brasileiro construídas por emigrantes regressados do Brasil, bem como o centro histórico, a igreja matriz, o edifício dos Paços de Concelho e a casa brasonada dos Corte-Real são outros dos locais de destaque no centro desta sede de concelho.

Nas restantes freguesias destacam-se os moinhos usados na moagem de cereais e o descasque do arroz, o Cruzeiro e o Pelourinho do Pinheiro da Bemposta, a Ponte da Pica e o Mosteiro na Vila de Cucujães e várias quintas e solares.

É ainda de destacar a Casa Museu Ferreira de Castro (Osselas), casa esta em que nasceu uma das grandes figuras da literatura portuguesa do século XX, Ferreira de Castro. Reconhecido internacionalmente por obras como ‘A Selva’ e ‘Os Emigrantes e Criminoso por Ambição’.

error: Content is protected !!